Maurren vence o salto em distância e Brasil conquista 4 ouros no GP Brasil de Atletismo

Maurren Maggi saltou 6,80m

Com a participação de 124 atletas (62 brasileiros e 62 estrangeiros), de 24 países, o 27º Grande Prêmio Brasil de Atletismo teve na campeã olímpica Maurren Maggi uma de suas grandes atrações.

E a atleta paulista conseguiu mais uma vitória no salto em distância, com 6,80 m (0.8), enquanto sua colega de equipe, a pernambucana Keila Costa foi a vice-campeã com 6,50 m (1.1). Completou o pódio a norte-americana Janay DeLoach, que levou a medalha de bronze com 6,48 m (0.7).

“Estou fazendo o que preciso, mantendo a regularidade, isto é fundamental”, disse Maurren, também bicampeã pan-americana da prova. “Na semana vamos ajudar o Brasil a conquistar mais um título sul-americano (em Buenos Aires, na Argentina)”, concluiu a saltadora.

Houve um recorde do GP, estabelecido por Ypsi Moreno (Cuba), com 74,26 m, no lançamento do martelo feminino. No total, 17 países colocaram atletas no pódio e 9 fizeram campeões.

O Brasil conquistou 4 ouros, 5 pratas e 5 bronzes. Entre os brasileiros campeões, além de Maurren, destaque para a paulista Fabiana Murer, ganhadora do salto com vara com 4,65 m, assumindo a liderança mundial do ano.

Os outros dois brasileiros que subiram ao lugar mais alto do pódio foram os velocistas Nilson André e Ana Cláudia Silva: o fluminense marcou 20.74 nos 200 m (-0.1) e a cearense correu a versão feminina da distância com 23.09 (0.5).

Outro nome importante foi a campeã olímpica e mundial Melaine Walker, ganhadora dos 400 m com barreiras com 54.09 (melhor tempo do mundo no ano). O britânico Dwain Chambers conquistou sua quarta vitória no Brasil, ao ganhar os 100 m com 10.05 (0.0).

No salto em distância masculino, vitória do cubano Wilfredo Martinez com 8,04 m (0.0)e o brasileiro Rafael Melo foi o 2º com 8,02 m (0.3). No triplo masculino, Osniel Tosca venceu pela 3ª vez no Brasil, desta vez com 16,95 m (-1.4). No feminino, assim como em São Paulo, deu a colombiana Caterine Ibarguen, com 14,39 m (1.3).

O norte-americano Dusty Jonas, com 2,29 m, levou ouro no salto em altura. Os demais campeões: Tahesia Harrigan Scott (Ilhas virgens Britânicas) 100 m – 11.14 (0.5), Andrés Silva (Uruguai) 400 m com barreiras – 49.16, Rosibel Garcia (Colômbia) 1.500 m – 4:19.98, Aman Wote (Etiópia) 1.500 m masculino – 3:41.30.

O GP carioca fechou a série de cinco Meetings Internacionais que compõem o Brazilian Athletics Tour 2011. Os outros quatro foram disputados em Fortaleza, Belém, Uberlândia e São Paulo. “Foi mais uma grande realização do Atletismo nacional”, comemorou o presidente da CBAt, Roberto Gesta de Melo. “Grandes nomes como Maurren e Fabiana mostraram boa forma, e jovens valores como Nilson André e Ana Claudia também demonstraram atuações consistentes”, completou o dirigente.

Explore posts in the same categories: Atletismo, GP Brasil de Atletismo

Tags: , , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: