Goleiros juvenis aproveitam chance de treinar com ídolos da Seleção Olímpica de Handebol

O encontro da Seleção Olímpica Masculina com a Seleção Brasileira Juvenil de Handebol para a fase de treinamentos em São Sebastião do Paraíso (MG) tem sido proveitosa para todos. Reunidos desde o dia 17, as duas equipes fizeram uma série de treinos em horários intercalados na Arena Olímpica e, hoje (26), encerra a etapa da Seleção Juvenil. Para quatro jogadores a experiência foi bastante especial.

É que os goleiros da Seleção Juvenil, Pedro Fonseca e Valdir Junior, de 17 anos, Roney Franzini, de 18, e Ricardo Assef, de 19, tiveram a oportunidade de treinar ao lado de dois goleiros da Seleção Brasileira Adulta: Luiz Ricardo do Nascimento, o Rick, de 29 anos, e Maik Ferreira dos Santos, de 30, tido como ídolos na posição.

A chance ainda está sendo comemorada pelos quatro jovens goleiros. Ricardo Assef destaca a importância de uma ocasião como essa. “É muito bom treinar com eles, pois, além de assistir de fora da quadra, que já é uma grande oportunidade, podemos aprender os movimentos que eles fazem embaixo do gol”, comentou Assef.

Segundo Pedro, os dias de treinos em São Sebastião do Paraíso não vão ser esquecidos. “Essa está sendo uma experiência única que vou levar para o resto da vida. Vou tentar aprender o máximo para poder aplicar todo esse aprendizado dentro da quadra”, disse Pedro.

Para Roney, o momento foi especial para buscar uma evolução diária ao lado dos grandes ídolos. “Acho legal treinar com eles, pois, desde pequeno, nos espalhamos nesses jogadores. Não é todo dia que temos uma oportunidade como essa e o objetivo era absorver o máximo possível de cada treino para melhorar cada vez mais”, afirmou Roney.

Valdir também destaca o lado da convivência com os outros goleiros das duas Seleções. “Essa foi uma grande chance para o nosso desenvolvimento como atleta e como pessoa. Todos no grupo são muito bacanas e bem unidos e isso ajuda bastante na hora de treinar e jogar”, disse Valdir.

E não só os envolvidos diretamente que comemoram. Na opinião de Valmir Fassina, assistente técnico e preparador de goleiros da Seleção Olímpica, essa foi uma chance de ouro para os jovens jogadores.

“É importante a participação dos goleiros do Juvenil nos treinamentos da Seleção Adulta, pois eles dão um salto de qualidade. É bom que eles conheçam a rotina e tenham os exemplos tão próximos. E, apesar de ainda serem juvenis, os quatro têm bastante qualidade”, garantiu Fassina.

Além de Rick e Maik, a Seleção Olímpica conta com Marcos Paulo dos Santos, o Marcão, que, como está em fase de recuperação de lesão, não participa dessa etapa de treinamentos.

Fassina, goleiros juvenis e os dois da Seleção Olímpica

Explore posts in the same categories: Categorias de Base, Handebol

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: