Judô conquista 14 medalhas e vagas para o Pan do México

O Brasil terá representantes nas 14 categorias nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011, em outubro.. Com 14 medalhas (quatro ouros, cinco pratas e cinco bronzes) no Campeonato Pan-Americano, também em Guadalajara, o pais, além de ser o único a ter subido ao pódio em todas as categorias, levou o titulo geral masculino e somou pontos no ranking continental que classifica os dez países mais bem classificados para os Jogos.

Os ouros foram de Felipe Kitadai (60kg), Leandro Cunha (66kg), Bruno Mendonça (73kg) e Leandro Guilheiro (81kg). As pratas foram conquistadas por Leonardo Leite (100kg), Rafael Silva (+100kg), Mariana Silva (63kg), Maria Portela (70kg) e Mayra Aguiar (78kg). Rodrigo Luna (90kg), Taciana Lima (48kg), Erika Miranda (52kg), Rafaela Silva (57kg) e Maria Suellen Altheman (+78kg) ficaram com o bronze.

“Foi meu primeiro titulo Pan-Americano na categoria até 81kg e tem um sabor especial, ainda mais por ser no local dos Jogos. Como soube de minha vinda para Guadalajara na última hora, estava em outra fase de periodização dos treinamentos. Por isso tive que contar mais coma minha cabeça do que com o corpo”, disse Leandro Guilheiro, vice-líder do ranking mundial no meio-médio, substituiu Flavio Canto no Pan. “Participar da competição foi um termômetro bom não só em termos dos adversários, mas também de estrutura e condição climática que enfrentaremos aqui em outubro”, completou Guilheiro.

Felipe Kitadai não conseguiu segurar a emoção ao fazer tocar o Hino Nacional pela primeira vez em uma competição continental.

“É muito gratificante sentir que estou evoluindo e que todo esforço valeu à pena. Há dois anos, no meu primeiro Pan, fiquei sem medalha. Ano passado fui terceiro, perdendo para o mexicano de quem ganhei esse ano na decisão. Ele era o atual campeão e o homem a ser batido”, disse Kitadai.

Já Leandro Cunha comemorou o segundo titulo pan-americano (ganhou também em 2004) e dedicou a medalha para a filha Vitória, recém nascida:

“Espero que seja a primeira de muitas medalhas que ela vai ganhar”, afirmou o vice-campeão mundial de 2010.

Com Brasil e Cuba somando três ouros cada um no masculino, o titulo da categoria foi decidido na última luta, a final dos leves entre Bruno Mendonça e Ronal Girones.

“É uma pressão que se transforma em motivação”, resumiu Bruno Mendonça.

Mayra Aguiar, que reencontrou a americana Kayla Harrison mais uma vez em uma decisão, lamentou a prata mas falou dos importantes pontos conquistados para o ranking mundial e olímpico.

“Lutamos muito no último ano. Às vezes ela leva a melhor, às vezes eu. Infelizmente não veio o resultado que eu queria. Mas, por outro lado, fiquei feliz de ter conquistado pontos para o ranking mundial”, comentou Mayra, que levou 108 pontos pela prata. O ouro vale 180 e o bonze 72 pontos.

Judô vai forte para Guadalajara

Explore posts in the same categories: Guadalajara 2011, Jogos Pan-Americanos, Judô

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: