Seleção de ginástica volta ao Brasil com quatro medalhas

Foram três dias de disputas, os quatro participantes classificados para finais e quatro medalhas (duas de ouro, uma de prata e uma de bronze) conquistadas na soma final da Seleção Brasileira de Ginástica Artística na Copa do Mundo de Doha, no Qatar. Daniele Hypolito, Sergio Sasaki, Mosiah Rodrigues e Victor Rosa chegam amanhã (3/04) ao Brasil com motivos para comemorar. Os ginastas e os técnicos Renato Araújo, da Seleção Masculina, e Ricardo Pereira, da Feminina, desembarcam em São Paulo, no aeroporto de Guarulhos, às 17h05.

A delegação brasileira foi bem desde o primeiro dia de competição, na quarta-feira (30/03), quando os quatro ginastas se garantiram nas finais. Daniele se classificou no salto e no solo, Sasaki nos mesmos aparelhos, Victor no salto e nas paralelas e Mosiah no cavalo. Com sete finais garantidas, os brasileiros chegaram com motivação ainda maior para o primeiro dia de finais.

Na quinta, já saíram as primeiras medalhas. Daniele Hypolito, que já havia se classificado com a melhor nota, se manteve no topo e faturou a medalha de ouro no salto, com 13.550 pontos. Sergio Sasaki ainda conquistou a prata no solo, com 14.550, atrás, apenas, do chinês, campeão olímpico, Zou Kai (15.250). Mosiah Rodrigues foi o quarto no cavalo (14.300) e quase conseguiu mais uma medalha para o Brasil.

Ontem, último dia da Copa do Mundo de Doha, outros grandes resultados entre os brasileiros. Sasaki foi o grande destaque do dia ao conseguir a medalha de ouro no salto (16.012) e, ainda, o Trophy Young, prêmio de revelação do campeonato, já que foi o ginasta mais jovem, 19 anos, a conseguir melhores resultados. Daniele Hypolito ainda conquistou o bronze no solo (13.250), assegurando a sua segunda medalha nesta etapa.

Victor Rosa também fez bonito e, por pouco, não conseguiu a terceira medalha do dia. O ginasta brasileiro foi o quarto nas paralelas (14.375) e ficou em quinto lugar no salto (15.250).

Todos ficaram satisfeitos com os resultados, mas Sergio Sasaki vibrou muito com as medalhas e o troféu. “Estou muito feliz e vibrando com tudo que aconteceu em Doha. Foram as minhas primeiras medalhas em Copa do Mundo e, ainda, esse prêmio de revelação. Vamos continuar trabalhando forte, pois quero ir cada vez mais longe na ginástica”, disse Sasaki.

O desempenho da Seleção deixou a presidente da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Luciene Resende, bem satisfeita. “Estamos muito felizes por cada um dos resultados dos nossos ginastas. É importante começar bem neste ano em que teremos os Jogos Pan-Americanos e o Mundial, que será classificatório para as Olimpíadas de 2012. Acreditamos muito em toda a nossa equipe e fazemos questão de dar parabéns aos ginastas e técnicos que estavam em Doha”, concluiu Luciene Resende.

Sérgio Sasaki, no salto que valeu a medalha de ouro

Explore posts in the same categories: Ginástica Artística

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: