Resumo da semana brasileira em Medellín (Parte 2)

Continuando com o resumo do Brasil nos Jogos Sul-americanos

BASQUETE FEMININO
A equipe feminina do Brasil, representada por atletas da categoria sub-18, coroou uma campanha eficiente com a vitória sobre a Argentina, por 63 a 49, na final do basquete dos Jogos Sul-americanos Medellín 2010. A grande rivalidade entre os países proporcionou um jogo com muitas faltas no Coliseo Ivan de Bedout, do Complexo Esportivo Atanasio Girardot. Apesar das dificuldades encontradas, o Brasil sagrou-se campeão após dominar todos os quatro quartos da partida. A cestinha da final foi Damires, com 16 pontos.

POLO AQUÁTICO FEMININO
A Seleção Feminina de Pólo Aquático está na final dos Jogos Sul-americanos Medellín 2010. Nesta quarta-feira, dia 23, a equipe derrotou a Colômbia por 15 a 6 e garantiu vaga na decisão da medalha de ouro, que acontece quinta-feira (25), às 19 horas de Brasília. O adversário na final será a Venezuela, que nesta quarta derrotou a Argentina por 10 a 9.

ATLETISMO
O terceiro e último dia de provas de atletismo na pista do Complexo Esportivo Atanasio Girardot rendeu à equipe brasileira mais oito medalhas. Nesta terça-feira, dia 23, os atletas da seleção sub-23 completaram sua participação em Medellín 2010 com uma medalha de ouro, cinco de prata e duas de bronze, somando um total de 42 ao longo da competição. O destaque do último dia foi a dobradinha brasileira no pódio do salto em altura com Valdileia Martins (1,83m) e Laís Silva (1,77m).

MARATONA AQUÁTICA
O dia 23 de março de 2010 dificilmente sairá da memória da baiana Ana Marcela Cunha. Na data em que completou 18 anos de idade, ganhou de presente a medalha de ouro na prova de 5km da maratona aquática dos Jogos Sul-americanos Medellín 2010. E de maneira rara: dividiu o ouro com outra adversária. A brasileira cruzou a linha final com o mesmo tempo da venezuelana Andreína Perez, 1h:01min:56s. O resultado ficou sob júdice e só foi oficializado nesta quarta-feira, dia 24. A medalha de bronze ficou para Nataly Calle, do Equador, que chegou três segundos atrás das primeira colocadas. No masculino, Allan do Carmo foi medalha de prata

BADMINTON
O Brasil fechou com chave de ouro, literalmente, a sua participação no torneio de badminton, nesta quarta-feira, dia 24, em Medellín. Com quatro medalhas, uma de ouro e três de prata, os brasileiros tiveram uma manhã repleta de pódios, no Centro de Convenções de Plaza Mayor, em Medellín 2010. O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e da Odesur, Carlos Arthur Nuzman, prestigiou as finais e premiou os medalhistas.

O Brasil encerrou sua participação com sete medalhas na competição: uma de ouro, três de prata e três de bronze

HANDEBOL FEMININO
Um clássico com todos os ingredientes marcou a final feminina do handebol dos Jogos Sul-americanos Medellín 2010. Brasil e Argentina, eternos rivais em qualquer modalidade, encontraram-se, nesta quarta-feira, dia 24, numa disputa acirrada, que reuniu um estádio lotado, nervosismo, emoção, nervos à flor da pele. No fim, prevaleceu o jogo mais consistente das argentinas, que conquistaram o ouro, com o placar de 22 a 19.

LUTA OLÍMPICA
A equipe feminina de luta conquistou, na tarde desta quinta-feira, dia 25, as primeiras medalhas do Brasil na modalidade livre, em Medellín 2010. As lutadoras brasileiras mostraram seu talento em três categorias: Joice Silva venceu a venezuelana Millie Aguilar (59kg) por encostamento; Dailane Reis (63kg) superou a equatoriana Maria Castillo por 3 a 0, e ficou com a medalha de bronze; e, Gilda de Oliveira (67kg), que mesmo derrotada pela venezuelana Gloria Zabala por 2 a 0, conseguiu o bronze. Os confrontos foram realizados no Coliseo de Combate do Complexo Esportivo Atansio Girardot.

SQUASH
Uma nova rivalidade esportiva está sendo criada nestes nonos Jogos Sul-americanos. O confronto entre brasileiros e colombianos foi colocado à prova novamente na tarde desta quinta-feira, dia 25, em Medellín. As equipes masculinas e femininas dos dois países se encontraram para as decisões por equipe no squash. Melhor para os donos da casa que conquistaram o ouro nos dois confrontos. No feminino, com mais facilidade, 2 a 0. Já entre os homens a emoção foi até o ultimo jogo, mas os colombianos foram superiores e venceram por 2 a 1.

VELA
Ao término das competições de vela dos Jogos Sul-americanos Medellín 2010, o Brasil ficou com um saldo de uma medalha de ouro, três de prata e uma de bronze. As regatas foram realizadas na cidade de Guatapé, uma das sub-sedes do evento continental.

A medalha de ouro ficou por conta de Albert Carvalho na classe RS:X. O brasileiro foi o melhor, seguido de Mariano Reutemann, da Argentina, e Daniel Flores da Venezuela.

ESGRIMA
O paulista Renzo Agresta conquistou, nesta quinta-feira, dia 25, a medalha de ouro dos Jogos Sul-americanos Medellin 2010 na categoria individual do sabre. O brasileiro derrotou na final o argentino Alexander Achten, no Centro de Convenções de Plaza Mayor.

TÊNIS
O tenista Guilherme Clezar superou, nesta sexta-feira, dia 26, o chileno Benjamin Ugarte, por 2 sets a 1, e classificou-se para a semifinal dos Jogos Sul-americanos. O brasileiro, 16º do ranking mundial juvenil, enfrentará na próxima fase o argentino Facundo Arguello. A partida, realizada no Parque Juarnes de la Paz, teve parciais de 6-7; 6-2 e 7-5.

TRIATLO
Há um pensamento no mundo olímpico no qual a diferença entre a vitória e a derrota, a glória e a frustração, é uma linha muito tênue, de medidas ínfimas. Nesta sexta-feira, 26, o triatleta brasileiro Diogo Martins superou o colombiano Jorge Eduardo Suarez por apenas 3,8 segundos e garantiu para o Brasil a medalha de ouro no triatlo olímpico, numa chegada eletrizante. Diogo completou o percurso de 1,5Km de natação, 40Km de ciclismo e 10Km de corrida com o tempo de 1h58min02s4. Suarez ficou com a prata (1h58min02s4), sendo que outro colombiano, oscar Bohorques, chegou em terceiro com o tempo de 1h58min22s8.
Além da medalha de ouro, Diogo e os outros triatletas brasileiros na prova conquistaram a medalha de bronze por equipes. Henrique Siqueira ficou em 9o lugar (2h00min15s7), Bruno Mateus em 14o (2h03min20s3) e Wesley Matos na 17a. colocação (2h04min36s5).

LEVANTAMENTO DE PESO
Uma mulher deu ao Brasil sua primeira medalha no levantamento de peso em Medellín 2010. Nesta sexta-feira, dia 26, Aline Campeiro, conquistou a medalha de bronze na categoria (48kg), com 145.0 pontos (65kg, no arranque; e, 80kg, no arremesso). A brasileira foi superada pela venezuelana Betsi Rivas (163.0) e pela equatoriana Maria José Vasques (148.0), ouro e prata, respectivamente. A prova, de alto nível técnico, rendeu à campeã o novo recorde sul-americano na categoria (70kg, no arranque; e, 93kg, no arremesso) no Centro de Convenções de Plaza Mayor

Fonte: COB

Explore posts in the same categories: Atletismo, Badminton, Basquete, Handebol, Jogos Sul-americanos, Levantamento de Peso, Luta Olímpica, Maratona Aquática, Medellín 2010, Pólo Aquático, Squash, Vela

Tags: , , , , , , , , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: