Resumo da semana brasileira em Medellín (Parte 1)

Após problemas técnicos, finalmente voltamos com informações sobre a participação do Brasil nos IX Jogos Sul-americanos, em Medellín (Colômbia). Abaixo, um breve resumo dos principais acontecimentos desde terça-feira até a tarde de hoje.

TÊNIS DE MESA
Duplas:
As duplas masculina e feminina do Brasil conquistaram mais duas medalhas de prata no torneio de tênis de mesa, nesta quarta-feira, dia 24. A dupla formada por Hugo Hoyama e Gustavo Tsuboi foi derrotada por os argentinos Pablo Tabachnick e Liu Song, da Argentina, por 2 a 4 (11/8; 7/11; 10/12; 7/11; 9/11; 9/11) em partida muito disputada. Lígia Silva e Karin Saco também conquistaram a prata após a vitória das venezuelanas Fabiola Ramos e Ruaida Ezzeddine, que venceram por 2 a 4 (11/9; 11/9; 8/11; 9/11; 7/11; 6/11). As partidas foram realizadas no Coliseo Menor Rodrigo Pérez Castro. O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e da Odesur, Carlos Arthur Nuzman, prestigiou as finais.

Duplas mistas:
Nesta quarta-feira, dia 24, uma situação inusitada. Nas finais de duplas mistas, três duplas brasileiras conquistaram os três primeiros lugares, mas para efeito de contagem de medalha só puderam contabilizar a de ouro e a de prata. Isso porque o regulamento da Organização Desportiva Sul-americana proíbe que um mesmo país obtenha mais de duas medalhas por prova.
Indenpendente disso, os mesatenistas brasileiros não deram vez aos adversários nas duplas mistas. O ouro ficou para a dupla Lygia Santos / Hugo Hoyama, que derrotou Karin Sako / Gustavo Tsuboi por 4 sets a 1 (11/8, 10/12, 11/6, 13/11 e 11/8). O terceiro lugar ficou para a dupla Erick Mancini / Jéssica Yamada.

Individual:
A conquista da medalha de ouro não foi o único motivo para as comemorações de Gustavo Tsuboi, campeão do torneio individual masculino de tênis de mesa, nesta sexta-feira, dia 26. Para chegar ao título, no Coliseo Menor Rodrigo Pérez Castro, o brasileiro venceu dois argentinos, um na semi e outro na final, o que deu um prazer especial à conquista, devido à grande rivalidade entre os países no esporte. Gustavo gravou seu nome entre os medalhistas de ouro em Medellín 2010 com uma vitória contundente por 4 a 0 (11/7; 11/8; 11/6; 11/1) sobre Gastón Alto. No último set, o argentino conseguiu marcar apenas um ponto no brasileiro.

GINÁSTICA ARTÍSTICA
Masculino:
A competição por equipes masculinas da ginástica artística dos Jogos Sul-americanos Medellín 2010 confirmou a força do conjunto nacional, capitaneado por Diego Hypólito e Mosiah Rodrigues. Os brasileiros conquistaram a medalha de ouro e o tricampeonato da competição com uma nova geração disposta a alcançar o mesmo sucesso de seus antecessores. Além disso, o Brasil classificou atletas para todas finais individuais em por aparelhos, competição que acontece nesta quarta-feira, dia 24. A pontuação final do Brasil foi de 343.500 pontos. A medalha de prata ficou com a Colômbia, totalizando 340.350 e o bronze foi para a Argentina com 327.850. O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e da Organização Desportiva Sul-americana (Odesur), Carlos Arthur Nuzman, entregou as medalhas para os atletas.

Feminino:
Após a medalha de ouro da equipe masculina de ginástica artística, na manhã desta terça-feira, dia 23, as meninas seguiram o exemplo e conquistaram o resultado que comprova a hegemonia continental do Brasil na modalidade. Composta por Bruna Leal, Priscila Cobello, Ethiene Franco, Ana Claudia Silva, Leitica Costa e Annna Cardoso, o conjunto nacional somou 209.300 pontos, superando a Colômbia, medalha de prata, com 201.350, e a Venezuela, bronze, com 201 pontos. No individual geral, Bruna Leal foi prata e Prisicla Cobello, bronze. O ouro foi para Jéssica Lopez, da Venezuela.

Ao finalizar os quatro aparelhos do programa (solo, trave, saltos e barras) na primeira colocação, o Brasil mostrou que a nova equipe nacional pode continuar trilhando o caminho de conquistas de Daiane dos Santos e companhia. Bruna Leal foi a mais regular das ginastas brasileiras. “Esse resultado é muito importante para o nosso grupo. Estamos carregando uma pressão de continuar com os resultados e mostramos que temos potencial. Por se tratar da primeira competição do ano, ainda podemos evoluir muito”, avaliou.

MOUNTAIN BIKE
O Brasil conquistou a medalha de prata na prova de mountain bike masculino. Nesta terça-feira, dia 23, Rubens Valeriano marcou 1min57s04, obtendo mais uma medalha para o país. O pódio foi completado por dois ciclistas colombianos. O ouro ficou com Leonardo Paez (1min55s11), e o bronze com Hernando Castañeda (2min02s57). O atleta Edivando Cruz, outro brasileiro na prova, acabou em quinto lugar.

SALTOS ORNAMENTAIS
Nicoli Cruz e Milena Sae conquistaram a medalha de prata na plataforma sincronizada de 10m, na tarde desta terça-feira, dia 23, no Complexo Aquático do Complexo Esportivo Atanasio Giradot. As brasileiras totalizaram 244.02 pontos, 7.8 atrás das colombianas Castano e Urrea. O bronze foi para o Equador.

Na plataforma de 10m masculino, Hugo Parisi foi medalha de bronze, com 450.65 pontos, alcançando índice para participar do GP da Federação Internacional (FINA). A Colômbia conquistou o ouro e a prata.

TIRO ESPORTIVO
O trio esportivo brasileiro conquistou mais seis medalhas para o Brasil nos Jogos Sul-americanos Medellín 2010, sendo três medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze. Nesta terça-feira, dia 23, Julio Almeida voltou a se destacar e conquistou duas medalhas de ouro para o Brasil, no individual e por equipes na prova de pistola 50m. Ele somou um total de 645,6 pontos, ficando à frente do venezuelano Marco Antonio Nuñes (630,9 pts) e do argentino Rafael Araus (630,9 pts). O outro brasileiro na prova, Tulio Gomes, ficou na sexta colocação com 615,3 pontos. Na soma da pontuação de Julio e Tulio o Brasil ficou com a medalha de ouro por equipes, seguido da Argentina e do Peru.

Na carabina 10m feminina, Robertha Cabo conquistou a medalha de ouro ao atingir 488,8 pontos. A medalha de prata ficou para a Bolívia e a de bronze para o Chile. Na competição por equipes, Roberta e Rosane Ewald obteve a medalha de bronze. As vencedoras por equipe foram as argentinas, seguidas das chilenas.

Na fossa olímpica, Carlos Costa ficou com a medalha de prata ao marcar 139 pontos, mesma pontuação do colombiano David Tordecilla, que venceu o duelo de desempate. Costa conquistou também a medalha de bronze por equipes, com Eduardo Correa, que ficou em 5º no individual. Na véspera, Janice Teixeira. já havia obtido a medalha de prata na fossa olímpica feminina.

TIRO COM ARCO
Com um saldo de 8 medalhas de ouro, 7 de prata e 6 de bronze, o tiro com arco brasileiro se despediu de Medellín nesta quarta-feira, dia 24, última dia de competições da modalidade. Mas antes de se despedir dos Jogos Sul-americanos 2010 nossos arqueiros faturaram mais três medalhas, sendo duas de prata e uma de bronze.

Fonte: COB

Explore posts in the same categories: Ginástica Artística, Jogos Sul-americanos, Medellín 2010, Mountain Bike, Saltos Ornamentais, Tênis de Mesa, Tiro Com Arco, Tiro Esportivo

Tags: , , , , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: